Home

//www.flickr.com/photos/matheus_sanchez/3425632516/
Dinodigitais, os dinossauros do futuro. Este aqui, prestes a se aconchegar na cama é uma montagem de Andre Sanchez

No meu último aniversário, ganhei pelo e-mail a figura de um dinossauro. Era a enésima cutucada para brincar com meu lado antitecnológico – não uso celular, não tenho máquina digital nem ipod, não gosto de games, não vivo explorando jeitos de usar o computador e seus programas e, às vezes, acontece de me ver enroscada num simples controle de TV.

Definitivamente, não sou uma nativa digital. Bloguimente falando, minha presença neste espaço virtual é uma tremenda licença poética para estes tempos de conexões aceleradas. Mais eis que, maravilha! , surge uma notícia perfeita para devolver todos os chistes pré-históricos recebidos.

 

DINOSSAUROS SERÃO VOCÊS!!! É que apareceu uma nova teoria sobre nossa história evolutiva — certamente graças aos avanços tecnológicos que hoje nos livram de poucas e boas, gostando ou não eu de certas tecnologias.

 

Um pesquisador da Universidade da Flórida em Gainesville lançou a tese, divulgada na Folha de S. Paulo estes dias: baixo gasto de energia e alimentação farta explicam os dinossauros gigantes. Em outros termos, forçando um pouco o conceito utilizado de mobilidade, foi o sedentarismo que forjou os grandes animais. É preciso dizer mais?

 

DINOSSAUROS SERÃO VOCÊS!!! A turma supertecnológica que hoje fica horas no “agito” internético, sentadinha e ingerindo calorias, vai resgatar do túnel do tempo répteis gigantes como o Wintonotitan e o Diamantinasaurus, os últimos fósseis de dinossauros encontrados na Austrália. São apenas duas das várias espécies conhecidas. Quero dizer, haverá muito espaço para a diversidade de futuros “dinodigitais”.

Não é o caso de esmiuçar mais a teoria do pesquisador. Divertido é pensar nas suas possibilidades: na contramão da nanotecnologia, a volta para o futuro promete computadores gigantescos para poderem ser manipulados pelas mãos ágeis dos megacompanheiros. Mas eles estarão na vanguarda ecológica, superintegrados à natureza, nas montanhas que usarão como desktop. E voltará à moda aquele comentário prosaico para várias situações: “Fulano tem o maior rabo!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s