Home

reuters_dylan-martinez 

Qual de nós não acordou no meio da noite com a seguinte pergunta escancarando nossos olhos feito farolete em noite escura: Valeu?

 

E quantas de nós será que podem dizer sim, a vida valeu até aqui?
E aquelas que dizem sim, para onde olham, qual pedaço do vivido as fazem sorrir e reafirmar que sim?

Talvez olhem lá para trás, e se revejam crianças. Ainda meninas, rodeadas por bonecas, balas, chicletes. As tardes quentes das férias de verão, pés no chão, olho na bola, sujas e despreocupadas. Caras borradas de batons roubados, cheias de pintas feitas a lápis, andar solto sobre saltos altos. Mas também as broncas, os beliscões, os nãos.

A tudo isto dizem sim, valeu.  Talvez olhem para trás e se vejam ainda jovens, recém-saídas da infância. Cheias de medos e desejos de conhecerem mais de mundo, dos outros e de si próprias. Se relembrem daqueles corpos em transformação, pernas longas, vozes mudando de tom. Seios se arredondando, a primeira menstruação.

O primeiro beijo de boca fechada e olhos abertos. E os beijos seguintes já de boca aberta e olhos fechados. As primeiras carícias, aprendizado do prazer.

Mas também o medo, os impedimentos.

A tudo isto dizem sim, valeu.

Talvez lembrem-se de todos os planos traçados e todos os desvios dos planos traçados. Das escolhas profissionais precipitadas e das escolhas profissionais amadurecidas e realizadoras. 

Outras sentirão que valeu por todos os amores vividos. Mas também por toda a dor vinda dos amores findados.

Por todos os momentos de horror e desespero, porque junto com eles sempre vem a certeza de se estar maior, mais gente, mais humana.

Por todas as mortes, porque a cada uma delas aprofundou-se o saber de que a vida é curta e única e que nada é eterno.

Outras dirão que sim, valeu, olhando para seus companheiros de vida, porque ali verão alguém que as ama por inteiro e a quem amam por inteiro. Não metade. Por saberem que disseram sim a mulher e ao homem que são e não a mulher e ao homem que um dia sonharam.

Outras ainda dirão que sim, valeu, pelos filhos gestados e paridos, ou pelos filhos escolhidos. Pela emoção de vê-los na vida, caçadores de sonhos e realizadores de muitos.

Muitas olharão para amigos queridos e a alegria em estar com eles, por tudo deles recebido. E principalmente por reconhecerem que da matéria, resíduo destes encontros, é que são o que hoje são. Dirão ainda sim, valeu, diante da memória de seus pés nus na terra úmida, de seus olhos pousados em tantos horizontes alaranjados, de seus corpos mergulhados nas águas dos rios, cachoeiras, mares azuis. Diante da imagem de cavalos soltos e livres, correndo por descampados com seus corpos fortes, brilhantes de suor.

Pelas noites estreladas, por todas as luas cheias, pelo mistério das luas novas. Por todas as garrafas de vinho, por todos os brindes. Por todas as conversas à toa, pelo gosto das frutas frescas.

Saberão que valeu por terem vivido do direito e do avesso, na mão e na contramão.

E saberão que valeu principalmente por terem apaziguado a menina que sonhou uma vida para si, e por poderem congratular-se com a mulher que aceitou a vida como ela é. Por tudo isto é que podem dizer sim, valeu!

 

A foto é o registro do momento em que Lashinda Demus, dos EUA, levanta os braços para celebrar sua vitória na corrida de 400 metros no Grand Prix de Londres, dia 26 de julho, no Cristal Palace. REUTERS/Dylan Martinez (BRITAIN SPORT ATHLETICS)

Anúncios

4 pensamentos em “Valeu!

  1. Simmmmmmmmmmm, valeu e sempre valerá.
    A legitimidade de quem vive seguindo seus princípios, desde que estes não se choquem frontalmente com os da maioria, ninguém tira.

  2. Ah, como valeu, como tem valido e como continuará a valer!!! A alma não é pequena mas o tempo este sim, é curto. Por isso, que venham todas as coisas, todas as cores, até as dores, todos os luares, os espantos, as cicatrizes, os gozos. O texto é lindo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s