Home

twitter

Adoro o Twitter! Nem sei bem por que, mas desde que a Marcela, a Capitu do mundo web, me falou pela primeira vez dos “microbloggings, Adília, tem que prestar atenção nisto“, virei fã.

É a idéia que fascina! “Twitter” é uma onomatopéia para o piado do passarinho, por extensão, qualquer som trêmulo e curtinho. Também fala de palavras bobas, de provocações e diz de um estado de ligeira excitação sobre qualquer coisa. O símbolo do Twitter, você até já adivinhou, é um passarinho.

Não um pássaro qualquer, inocente. Esse convoca: onde você está agora, fazendo o quê, caminhando, rindo, pensando na vida, vagando por aí…E convida: falas, idéias, sonhos, informações, palavras, siglas, cifras, bobagens, besteiras, e o que mais a gente conseguir imaginar de birutices humanas…

O que você está fazendo agora? A pergunta expressa o ritmo maluco e desconexo da vida. What are you doing right now? Quem quer que você seja, bem-nascido ou joão ninguém, pé-rapado, maria vai com as outras, pedro bó, zé mané, zé ruela, celebridade A, B, C…X, intelectualóide, analfabeto funcional, a rede convida todos, sem distinção, a olhar para dentro e twittar seu instante. Não é coisa de ontem, nem é projeto para amanhã, é o agora cuspido, às pressas, compartilhado, ufa, quem se importa se jamais for lido?

Meio engano. Como todos os fenômenos da internet, o twitter é cheio de meios tons. Quantas pessoas estão seguindo você é uma forma de introduzir a mais humana das variáveis no universo dos microbloggings: a vaidade. E decidir quem seguir, de fato, é a primeira atitude a tomar, depois de se logar no site, evidente! As opções, como já vimos são infindáveis. Um amigo me conta que, por não saber por quem começar, decidiu seguir o próprio inventor do Twitter! Os três fundadores, Jack Dorsey, Evan Williams e Biz Stone, obviamente, estão twitando…

Uma vez lá dentro, e dependendo sabe-se lá do que, você vai observar que tem gente te seguindo. No início, isso me fazia sentir desconfortávelmente responsável. Foi aí que resolvi oferecer a essas gentis e incompreensíveis criaturas doses diárias de carinhosos absurdos, em geral extraídos dos clássicos da imaginação humana, Alice no País das Maravilhas e Alice Através do Espelho, por exemplo, meus favoritos. Nunca cumpri minha meta aliciana de twittar cinco coisas impossíveis antes do café da manhã…mas chego lá…

Algum cuidado, no entanto, é necessário, porque o que surge na tela como o mais democrático e livre de todos os espaços humanos, numa guinada do mouse, revela-se o mais poderoso mecanismo de controle jamais imaginado…ou você duvida que sempre existe alguém que espia tudo e todos, todo tempo? Brrrr…..

OK, devo estar viajando, não é bem assim, ao menos, não ainda.

Mas se você quiser experimentar, venha twittar também. É melhor do que tomar chá com o Chapeleiro Louco de Alice, garanto!

Para entrar no site do Twitter, pode clicar bem aqui. Faça o login e seja-benvindo à twittagem planetária. E já que falamos de Alice no País das Maravilhas, Jonny Depp de Chapeleiro Louco no filme de Tim Burton. Irresistível! O trailer está bem aqui.

Imperdoável: esqueci de compartilhar o meu Twitter com vocês. É http://twitter.com/adilia

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s